Topo

Histórico

Categorias

Final da Libertadores terá bafômetro para impedir entrada de embriagados

Andrei Kampff

16/11/2019 04h00

Depois de toda a novela para decidir o local da final da Taça Libertadores, a Conmebol publicou nesta sexta-feira (15), as normas de segurança para o jogo entre Flamengo e River Plate, que será disputado em Lima, no Peru, no próximo dia 23.

Estarão proibidos de entrar aquelas pessoas que se resistam a submeter-se ao teste do ar expirado para medir o grau de álcool no sangue (bafômetro), nos casos em que dito teste se realize. O pessoal da Polícia Nacional do Peru contará com medidores qualitativos de ar expirados, para aplicar aleatoriamente o teste do bafômetro às pessoas das quais possa-se presumir estarem sob a influência de álcool, procedendo a negar sua entrada e providenciar sua retirada, caso resulte positivo", escreveu a entidade em comunicado.

Segundo a Conmebol, a normativa que será aplicada a Lei peruana Nº 30037, "lei que previne e sanciona a violência nos espetáculos esportivos".

VEJA TAMBÉM: 

Além de proibir os bêbados e também quem esteja em evidente estado de embriaguez ou com alteração de consciência devido ao efeito de estupefacientes, substâncias psicotrópicas, estimulantes ou substâncias similares, ou qualquer elemento que limite sua identificação adequada, a Conmebol também determinou quais objetos estão proibidos de serem levados ao estádio Monumental de Lima.

Bebidas alcoólicas, estupefacientes, substâncias psicotrópicas, estimulantes ou substâncias análogas, boné, óculos de sol, correntes e cintos.

Pessoas procuradas pela justiça peruana ou que estejam carregando qualquer tipo de objeto contundente, pontiagudo, afiado ou arma de fogo e todos os tipos de dispositivos pirotécnicos ou similares também serão barradas na entrada da arena.

Mas a festa das torcidas, mesmo que reduzida, ainda poderá ser feita, já que está permitida a entrada de papel picado, bandeiras manuais de 2×1 m, sem hastes de qualquer tipo, balões para encher com expiração pulmonar, e frentes para colocar em cerca de separação de arquibancadas e campo que não excedam 1,5 m de altura.

"De acordo com esses regulamentos, a Polícia Nacional do Peru irá dispor das medidas necessárias para o translado das duas torcidas dos clubes finalistas para o estádio", comunicou a entidade.

Sobre o autor

Andrei Kampff é jornalista formado pela PUC-RS e advogado pela UFRGS-RS. Pós-graduando em Direito Esportivo e conselheiro do Instituto Iberoamericano de Direito Desportivo e criador do portal Lei em Campo. Trabalha com esporte há 25 anos, tendo participado dos principais eventos esportivos do mundo e viajado por 32 países atrás de histórias espetaculares. É autor do livro “#Prass38”.

Sobre o blog

Não existe esporte sem regras. Entendê-las é fundamental para quem vive da prática esportiva, como também para quem comenta ou se encanta com ela. De uma maneira leve, sem perder o conteúdo indispensável, Andrei Kampff irá trazer neste espaço a palavra de especialistas sobre temas relevantes em que direito e esporte tabelam juntos.

Lei em Campo, por Andrei Kampff